YouTube

Artigos Recentes

Esqueci de tomar a pílula anticoncepcional: o que fazer?


Compartilhe o artigo:


            Com o desenvolvimento dos contraceptivos combinados orais na década de 1960, as mulheres pela primeira vez ganharam mais controle sobre a fertilidade e o planejamento familiar. No entanto, a alta eficácia dos contraceptivos combinados e de outros contraceptivos hormonais orais dependem do consumo diário regular, e problemas de comprometimento com esse uso regular é comum entre mulheres de todas as idades, especialmente na adolescência. Em um estudo de revisão publicado em 2017 no periódico The European Journal of Contraception & Reproductive Health Care (Ref.1), os pesquisadores encontraram que esquecer uma ou três pílulas para cada ciclo de 28 dias do mais popular uso combinado (pílula anticoncepcional tradicional) é um problema frequente entre 15-51% das mulheres usuárias, dependendo da população e país analisados.


- Continua após o anúncio -


            O estrógeno e, principalmente, o progestógeno são componentes dos contraceptivos orais combinados que previnem ovulação ao inibir a secreção de gonadotrofina através de um efeito negativo de feedback sobre o eixo hipotalâmico-pituitário. A eficácia desse método contraceptivo é essencialmente fornecida pelo componente progestógeno, o qual primariamente suprime a secreção do hormônio luteinizante (LH), necessária para a ovulação. O componente estrogênico suprime o hormônio folículo-estimulante (FSH), prevenindo a seleção de um folículo dominante. Outro importante papel desses componentes hormonais é na estabilização do endométrio e na prevenção de sangramentos não-desejados (menstruação).

> Leitura recomendada: Os copos menstruais valem a pena?

            Apesar de muito efetivo na prevenção de uma gravidez se corretamente e consistentemente utilizado, o método combinado não leva a uma completa supressão ovariana, e não é 100% efetivo. O crescimento folicular e a produção concomitante de estradiol geralmente ocorrem durante o intervalo livre de hormônio (ILH), a primeira semana de uma nova cartela de pílulas, ou quando pílulas são esquecidas de serem tomadas.

           A supressão ovariana aumenta com o número de pílulas tomadas no ciclo, com supressão máxima frequentemente encontrada no fim de um ciclo do método combinado. Após alcançar máxima supressão (ex.: pílulas ativamente tomadas por 7 dias consecutivos), teoricamente até 7 pílulas podem ser omitidas no ciclo (os sete dias do ILF) sem afetar a eficácia contraceptiva. O risco de gravidez após a mulher esquecer de tomar as pílulas depende de quando e de quantas pílulas foram perdidas. A primeira semana do ciclo é crítica. Evidências sugerem que pílulas perdidas em dias não adjacentes ao ILF é menos crítico do que pílulas perdidas em dias adjacentes.

          É muito importante que a mulher não se esqueça de tomar a pílula anticoncepcional, e procure tomar sempre no mesmo horário, todos os dias. Uma dica é colocar o medicamento em um local visível, como próximo da escova de dente, ou ao lado da cama, por exemplo.


- Continua após o anúncio -


           Para mulheres que frequentemente esquecem de tomar as pílulas, é comumente sugerido o uso de métodos únicos de longa duração, como o DIU (Por que usar o DIU?).


PERDI UMA OU MAIS PÍLULAS: O QUE FAZER?

> CONTRACEPTIVO ORAL COMBINADO

Se você perdeu 1 pílula hormonal (24-48 horas) ou se você simplesmente está atrasada para tomar 1 pílula (por menos de 24 horas), você deve:

- Tomar a pílula perdida ou atrasada o mais rápido possível.

- Continuar tomando as pílulas restantes na programação normal (mesmo que isso signifique tomar duas pílulas no mesmo dia).

- Contraceptivo adicional de proteção não é necessário.

- Contraceptivo de emergência não é geralmente necessário mas pode ser considerado se pílulas hormonais foram perdidas no início do ciclo ou na última semana do ciclo anterior.


Se você perdeu 2 ou mais pílulas hormonais consecutivas (mais do que 48 horas já se passaram desde que você tomou uma pílula), você deve:

- Tomar a mais recente pílula perdida o mais rápido possível (descartando quaisquer outras pílulas perdidas).

- Continuar tomando suas pílulas como programado (mesmo que isso signifique tomar uma segunda pílula no dia em que você lembrou de voltar a tomar as pílulas).

- Usar um método contraceptivo extra (ex.: camisinha) ou evitar relação sexual até que você tenha tomado pílulas por 7 dias consecutivos.

- Se as pílulas que você perdeu estavam na última semana das pílulas hormonais (ex.: dias 15-21 para cartelas de pílulas para 28 dias):

  • Omita o intervalo livre de hormônios ao finalizar as pílulas hormonais na atual cartela e comece uma nova cartela no próximo dia.
  • Se não for possível começar uma nova cartela imediatamente, use contracepção extra (ex.: camisinha) ou evite relação sexual até as pílulas hormonais de uma nova cartela tiverem sido tomadas por 7 dias consecutivos.

- Considerar contracepção de emergência se pílulas forem perdidas durante a primeira semana e se relação sexual desprotegida ocorreu nos 5 dias prévios. Contraceptivo de emergência pode ser também considerado em outras situações se apropriado.


> PÍLULAS DE PROGESTINA (MINIPÍLULAS)

           As minipílulas são pílulas anticoncepcionais contendo apenas o hormônio progestina, o qual é uma forma sintética da progesterona. É uma opção para as mulheres que querem usar pílulas hormonais contraceptivas mas sem experienciar os efeitos colaterais associados ao hormônio estrogênio. No Brasil, são comercializados 3 formulações diferentes de minipílula, cada uma com uma progestina diferente: Noretisterona, Desogestrel e Linestrenol. 


- Continua após o anúncio -


          Apesar de possuírem um efeito de supressão da ovulação mais fraco do que o dos anticoncepcionais tradicionais (combinados), as minipílulas compensam essa deficiência ao exercer pelo menos mais dois efeitos sobre o sistema reprodutor feminino: torna o muco cervical mais espesso - dificultando a movimentação dos espermatozoides - e torna a parede interna do útero mais fina - dificultando a implantação do óvulo fecundado. Nesse sentido, a eficácia da pílula pode alcançar 99%, porém, na prática, essa eficácia é significativamente menor (~92%) porque as mulheres muitas vezes acabam tomando incorretamente ou esquecendo de tomar as minipílulas.


Se você possui períodos menstruais (mesmo se você estiver amamentando) E você esqueceu de tomar 1 ou mais pílulas por mais de 3 horas, você deve: 

- Tomar 1 pílula o mais rápido possível.

- Continuar tomando as pílulas restantes como programado, 1 por dia.

- Evitar relações sexuais ou usar contracepção extra (ex.: camisinha) pelos próximos 2 dias.

- Considerar contracepção de emergência se - dentro dos últimos 5 dias - você realizou atividade sexual que a coloque em risco de gravidez.


Se você está amamentando e não está no período menstrual E você perdeu 1 ou mais pílulas por mais de 3 horas:

- Tome 1 pílula o mais rápido possível.

- Continue tomando 1 pílula por dia como o programado.


Se você deu a luz há menos de 6 meses:

- Nenhuma proteção contraceptiva é necessária no momento.


-----------

IMPORTANTE: Para qualquer tipo de pílula oral contraceptiva, se você começou a tomá-las, ou está começando a tomá-las novamente após não tê-las usado no mês prévio, as pílulas não funcionarão para prevenir uma possível gravidez até que você tenha tomado uma pílula por dia por 7 dias consecutivos. Já se você começou sua cartela de pílulas dentro dos primeiros 5 dias do seu período normal de menstruação, as pílulas serão efetivas imediatamente. Para melhor se orientar sobre o uso de pílulas orais contraceptivas, consulte um profissional de saúde capacitado.

ATENÇÃO: Pílulas anticoncepcionais NÃO previnem doenças sexualmente transmissíveis. Para isso, é necessário o método de barreira, ou seja, camisinha masculina ou feminina.

----------

> Para mais informações sobre a gravidez e uso de métodos contraceptivos de emergência, acesse: Depois da relação sexual, quanto tempo até engravidar?


REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS

  1. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28277799/
  2. https://www.nhs.uk/conditions/contraception/miss-combined-pill/
  3. https://www.cdc.gov/reproductivehealth/unintendedpregnancy/pdf/248124_fig_2_3_4_final_tag508.pdf
  4. https://health.cornell.edu/sites/health/files/pdf-library/missed-birth-control-pill.pdf
  5. http://blog.saude.mg.gov.br/2017/02/08/mitoouverdade-10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-anticoncepcional/