YouTube

Artigos Recentes

Por que alguns beija-flores possuem "dentes" no bico?

 


          Beija-flores (aves da família Trochilidae) são considerados um clássico exemplo de co-evolução entre flores e seus polinizadores, devido aos longos e diversos bicos de cada espécie moldados em resposta à morfologia das flores usadas como fonte de alimentação. Porém, pressões evolutivas associadas à ecologia de alimentação não são as únicas que operaram na modificação dos bicos dessas aves.

          Um robusto estudo publicado em 2019 no periódico Integrative Organismal Biology (1) revelou - entre outros importantes achados - que seleção sexual também atuou na evolução dos bicos de algumas espécies de beija-flores, no sentido de aumentar a competitividade entre os machos. Sim, apesar da aparência bonitinha, frágil e pacífica, os beija-flores machos possuem verdadeiras armas para atacar ferozmente outros machos.

          Uma das mais armas mais sinistras são os inúmeros "dentes" serrilhados presentes nos machos e ausentes nas fêmeas de um número de espécies. Essas serras não possuem outra aparente função a não ser a de arrancar as penas de outros machos durante violentas disputas territoriais. Bicos especialmente afiados em outras espécies também são usados como 'espadas' para perfurar o rival. Outra arma sexualmente dismórfica são estruturas de ganchos no bico, usadas também para arrancar penas.

-------------

CURIOSIDADE: Únicas aves capazes de parar no meio do ar, os beija-flores, entre os vertebrados, possuem as maiores taxas metabólicas relativas ao tamanho do corpo, as quais chegam a ser 77 vezes àquela observada nos humanos. Durante momentos de repouso na noite e no frio, essas aves conseguem reduzir dramaticamente a temperatura corporal para poupar energia, baixando a temperatura normal de quase 40°C ou mais para até 5°C ou menos!

> O menor beija-flor conhecido vive em Cuba, e é popularmente chamada de colibri-abelha-Cubano (Mellisuga helenae). Possui menos de 6 cm de comprimento e uma massa corporal média pouco superior a 2 gramas! Os machos geralmente não ultrapassam 2 gramas. De fato, o colibri-abelha-Cubano é considerada a menor ave do mundo. Para mais informações sobre essa fantástica ave, acesse: Colibri-Abelha-Cubano: A menor ave do mundo!

--------------


(1) REFERÊNCIA

  • Rico-Guevara et al. (2019). Shifting Paradigms in the Mechanics of Nectar Extraction and Hummingbird Bill Morphology. Integrative Organismal Biology, Volume 1, Issue 1, oby006. https://doi.org/10.1093/iob/oby006