YouTube

Artigos Recentes

Por que alguns cangurus possuem braços tão musculosos?

Figura 1. Dois cangurus-vermelhos machos (Macropus rufus) brigando entre si.

 
          Marsupiais machos da família Macropodidae, representados em especial pelos cangurus (gênero Macropus), usam seus membros superiores como armas em lutas por dominância e acesso às fêmeas. Estudos já mostraram que dismorfismo sexual entre cangurus  - ligado a uma musculatura e estrutura esquelética mais robusta nos membros superiores ('braços') - de fato está associado com seleção sexual, como resposta à intensa competição entre machos (Ref.1-2). O braço nos cangurus machos é equivalente a armas de luta intraespecífica observadas em outras espécies (ex.: caninos em primatas herbívoros ou chifres em cervídeos), as quais também servem para exibir status sexual a distância - em outras palavras, mostrando o "shape" para atrair as fêmeas e intimidar machos rivais. Nas espécies de maior porte e promíscuas de cangurus, o dismorfismo nos braços é ainda mais acentuado, em especial relativo ao osso úmero (Ref.2).

           Nos cangurus da espécie Macropus fuliginosus, a variação de massa muscular nos machos é significativamente maior do que nas fêmeas, alometria é significativamente positiva e machos dominantes frequentemente adotam poses que melhor mostram sua musculatura e tamanho - similar a uma competição de fisiculturismo.

Figura 2. Na ilustração, dois machos adultos da espécie Macropus rufogriseus lutando entre si usando primariamente os braços. Ref.2

> Dimorfismo sexual em termos de massa corporal é também notável nos cangurus. Nos cangurus-vermelhos (M. rufus), os machos geralmente possuem 55 kg (máximo de 90 kg) e as fêmeas em torno de 23-30 kg (máximo de 40 kg). Ref.3

> Existe também evidência de suporte para similar seleção sexual em humanos para um porte muscular maior nos machos (60% maior na média do que as fêmeas) proporcionando maior vantagem em competições intraespecíficas. Ref.4

CURIOSIDADE: Cangurus e outros marsupiais possuem o saco escrotal na frente/acima do pênis, apontando uma evolução independente de descida dos testículos. Nesse último ponto, é ainda debatido o porquê de vários mamíferos possuírem testículos descidos e/ou saco escrotal - enquanto vários outros não possuem -, e várias hipóteses já foram propostas. Fica a sugestão de leitura: Por que temos um saco escrotal e testículos externos?

 

REFERÊNCIAS

  1. Warburton et al. (2013). Sexual selection on forelimb muscles of western grey kangaroos (Skippy was clearly a female). Biological Journal of the Linnean Society, 109(4), 923–931. https://doi.org/10.1111/bij.12090
  2. Richards et al. (2015). Strong arm tactics: sexual dimorphism in macropodid limb proportions. Journal of Zoology, 297(2), 123–131. https://doi.org/10.1111/jzo.12264
  3. https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/joa.13323
  4. Puts, D. (2016). Human sexual selection. Current Opinion in Psychology, 7, 28–32. https://doi.org/10.1016/j.copsyc.2015.07.011