YouTube

Artigos Recentes

Existem mariposas que imitam vespas?

Figura 1. Similaridade quase perfeita: à esquerda, uma vespa, e, à direita, uma mariposa. Ref.1

             Vespas são insetos pertencentes à gigantesca ordem Hymenoptera. Os himenópteros incluem vespas, abelhas e formigas (1), e quase todos os representantes mais comuns podem ser reconhecidos por uma "cintura" fina. Quando asas estão presentes, formam pares membranosos de asas que podem ser atados juntos. Ovipositores dos himenópteros são bem desenvolvidos e modificados como um ferrão em vários grupos da ordem, implicando que os machos não são capazes de dar ferroadas (!). São cruciais para o equilíbrio ecológico, e desempenham papéis ecológicos diversos, como parasitismo, predação [controle biológico] e polinização. As vespas da família Vespidae são himenópteros representados por mais de 5 mil espécies [solitárias e sociais] descritas, e com aquelas exibindo padrões amarelos e pretos de coloração as mais popularmente reconhecidas. E uma característica comum de vários vespídeos é que esses animais são temidos por causa dos poderosos ferrões. Nesse último ponto, várias espécies inofensivas de insetos - incluindo mariposas - buscam imitar a aparência das vespas para afugentar predadores e potencialmente reduzir predação das próprias vespas (Ref.1). 

- Continua após o anúncio -


(!) Exceção recentemente reportada: Essa vespa macho usa sua genitália para ferroar predadores

               Várias espécies de mariposas (clado Lepidoptera) (2) evoluíram um corpo [incluindo padrões de coloração] muito similar a várias espécies de vespídeos, e o notável mimetismo parece ter como função primária afugentar predadores e também frear o ataque de vespídeos caçadores. No geral, todos os vespídeos constroem ninhos e o alimento das larvas consiste em insetos capturados pela fêmea, com exceção da subfamília Masarinae cujos representantes aprovisionam seus ninhos com néctar e pólen, semelhante às abelhas. Porém, vespídeos tipicamente não parecem atacar ou caçar outros indivíduos da mesma colônia [ou espécie] após reconhecimento visual, e certas mariposas parecem se aproveitar disso imitando com extrema acuracidade o aspecto visual dessas vespas. Entre mariposas imitadoras de vespas, podemos citar os gêneros Pseudosphex e Myrmecopsis (Fig.2-5). 


Figura 2. Em (A), uma inofensiva mariposa da espécie Pseudosphex laticincta, imitando um vespídeo. Essa mariposa é uma "ovelha sob pele de lobo". Em (B), duas espécies de vespídeos - gêneros Mischocyttarus sp. (a) e Polybia sp. (b) - e uma mariposa P. laticincta (c). Padrões de cores amarelo + preto são um sinal de alerta comum em vários animais, incluindo invertebrados e vertebrados; nas vespas é um alerta para as picadas tóxicas. Ref.1

Figura 3. Em (a), Vespídeo da espécie Parachartergus apicalis e, em (b), uma mariposa da espécie Myrmecopsis strigosa mostrando características anatômicas (abdômen, asas, tórax, etc.) e padrão de coloração muito similares àqueles do P. apicalis. Ref.1


Figura 4. Mariposa da espécie Pseudosphex ichneumonea (A) imitando a vespa da espécie Agelaia angulata (B). Fonte: @Labbor_Unicamp (Twitter)

> Vídeo de uma mariposa imitadora de vespas flagrada no Equador: clique aqui [Twitter]

          Aliás, mariposas da família Sesiidae (ex.: gênero Pyrophleps) são famosas por imitarem não apenas vespas como também abelhas, e, além da aparência física, também exibem comportamentos de voo similares aos himenópteros imitados (Ref.6-7). Vídeo mostrando essa semelhança de voo: clique aqui [Vimeo]. E algumas mariposas dessa família, como as espécies Heterosphecia pahangensis e H. hyaloptera, inclusive imitam o zumbido de voo de abelhas, combinando mimetismos morfológico, comportamental e acústico (Ref.8). Vídeo mostrando o mimetismo acústico exibido por mariposas Heterosphecia: clique aqui [Vimeo].

------------

(1) CURIOSIDADE: Formigas e abelhas evoluíram de antigas linhagens de vespas com ferrão (Hymenoptera: Aculeata), mas formigas são mais próximo-relacionadas às abelhas (Apoideia) do que qualquer outra vespa mais "tradicional", como aquelas da família Vespidae (Fig.5). Abelhas e formigas possuem várias semelhanças: a maioria das abelhas constroem ninhos; retornam a ninhos fixos após o trabalho de coleta de alimentos; e ambos incluem espécies sociais, onde todas as formigas e cerca de 1% das abelhas exibem avançadas formas de organização social. Lembrando que a superfamília das abelhas inclui também algumas vespas solitárias caçadoras.

Figura 5. Relações filogenéticas propostas por Johnson et al. (A) e por Branstetter et al. (B), ambas demonstrando que abelhas são próximo-relacionadas às formigas. Vespas sofreram forte radiação ao trocarem o estilo de vida caçador pela coleta de pólen como alimento, dando origem às abelhas. Ref.9-10

> Leitura recomendada: Descoberta abelha primitiva em transição evolutiva preservada em âmbar

(2) O clado Lepidoptera é constituído por mariposas e borboletas. As borboletas são lepidópteros que evoluíram de antigas mariposas. Para mais informações: Estudo revela a origem geográfica e detalha a história evolutiva das borboletas

------------ 


REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS

  1. https://www.si.edu/spotlight/buginfo/hymenoptera
  2. https://www.ibilce.unesp.br/#!/departamentos/zoologia-e-botanica/laboratorios/aculeata/grupos-estudados/vespidae/
  3. Boppré et al. (2016). A hypothesis to explain accuracy of wasp resemblances. Ecology and Evolution, Volume 7, Issue 1, Pages 73-81. https://doi.org/10.1002/ece3.2586
  4. Simmons & Weller (2002). What kind of signals do mimetic tiger moths send? A phylogenetic test of wasp mimicry systems (Lepidoptera: Arctiidae: Euchromiini). Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, 269(1495), 983–990. https://doi.org/10.1098/rspb.2002.1970
  5. Weller et al. (2000). Abdominal Modifications Occurring in Wasp Mimics of the Ctenuchine-Euchromiine Clade (Lepidoptera: Arctiidae). Annals of the Entomological Society of America, 93(4), 920–928. https://doi.org/10.1603/0013-8746(2000)093[0920:AMOIWM]2.0.CO;2
  6. Volponi et al. (2018). Moving like a model: mimicry of hymenopteran flight trajectories by clearwing moths of Southeast Asian rainforests. Biology Letters, Volume 14, Issue 5. https://doi.org/10.1098/rsbl.2018.0152
  7. Volponi, M. A. S. (2019). A new species of spectacular spider wasp mimic from Thailand is the first representative of the genus Melanosphecia Le Cerf 1916 (Lepidoptera: Sesiidae: Osminiini) to be filmed in the wild. Zootaxa, 4695(3), 295–300. https://doi.org/10.11646/zootaxa.4695.3.4
  8. Volponi et al. (2021). Southeast Asian clearwing moths buzz like their model bees. Front Zool 18, 35. https://doi.org/10.1186/s12983-021-00419-8
  9. Johnson et al. (2013). Phylogenomics Resolves Evolutionary Relationships among Ants, Bees, and Wasps. Current Biology, Volume 23, Issue 20, Pages 2058-2062. https://doi.org/10.1016/j.cub.2013.08.050
  10. Branstetter et al. (2017). Phylogenomic Insights into the Evolution of Stinging Wasps and the Origins of Ants and Bees. Current Biology, Volume 27, Issue 7, P1019-1025. https://doi.org/10.1016/j.cub.2017.03.027