YouTube

Artigos Recentes

Qual a função do "capacete" na cabeça dos casuares?

- Atualizado no dia 19 de março de 2023 -

          Similares a avestruzes e emas, os casuares (gênero Casuarius) são as maiores e mais massivas aves da Austrália e da Nova Guiné. Os casuares não voam e usam suas poderosas pernas para navegar e explorar através da vegetação em busca de alimentos, e também para desferir letais chutes contra potenciais predadores ou ameaças! Além disso, possuem afiadas garras que tornam o chute ainda mais destrutivo. De fato, são comumente considerados uma das mais "perigosas" aves do mundo - mas não necessariamente atacam humanos sem qualquer motivo ou exibem agressividade em qualquer encontro, e casos de sérios acidentes envolvendo humanos parecem ser muito raros (Ref.1) (!). A plumagem preta dessas aves, junto com o pescoço roxo e azul, fornecem camuflagem para escondê-la no seu habitat. São cruciais para o equilíbrio ecológico, ao espalhar sementes de frutos diversos ao longo de grandes distâncias. Onívoros, se alimentam de frutas, fungos, invertebrados e, ocasionalmente, até mesmo pequenos mamíferos e répteis.

------------

(!) Aliás, embora um número de acidentes e perseguições envolvendo humanos e casuares tenha sido registrado nas últimas décadas - algo normal para interações diversas entre diferentes animais -, apenas uma morte causada por casuares tem sido reportada. No caso, envolvendo um adolescente de 16 anos de idade que atacou um casuar com um taco de beisebol (Ref.8). É um mito ainda muito disseminado que essas aves são imprevisíveis ou muito agressivas.

-------------

            A espécie C. casuarius alcança uma massa corporal de até 58 kg (machos) e 76 kg (fêmeas). Habita a ilha da Nova Guiné e florestas úmidas no nordeste da Austrália, mas também podendo ser encontrado na Indonésia. Outras duas espécies, as quais ocorrem na Nova Guiné, são a C. unappendiculatus e a C. benneti. As fêmeas de casuares possuem um porte ~30% maior que aquele dos machos. Essas aves também podem ser encontradas em várias das Ilhas Aru, na Indonésia.

Fig.2. As três espécies de casuarC. casuarius (foto maior), o C. unappendiculatus (foto menor à esquerda) e o C. benneti (foto menor à direita). Fotos: San Diego Zoo 

 

Fig.3. Os ovos dos casuares são facilmente reconhecíveis no seu habitat natural, devido à notável coloração verde. Foto: San Diego Zoo

          Respondendo finalmente à pergunta inicialmente proposta, a função biológica da dura estrutura no topo da cabeça dessas aves (capacete craniano) tem sido alvo de várias especulações e hipóteses, incluindo arma, ferramenta para a abertura de caminho em vegetações densas, elemento visual de comunicação social e até mesmo um "instrumento" de captação sonora (!). Na espécie C. casuarius, esse capacete é formado por oito elementos ósseos independentes (Ref.4). As dimensões do capacete são tipicamente em torno de 13 cm de altura, 13,5 cm de comprimento e 5 cm de espessura (Ref.6).

-----------

(!) CURIOSIDADE:  Os casuares emitem um característico som de baixa frequência parecido com as reverberações de um trovão. Essa produção sonora pode servir para melhorar a comunicação entre membros da mesma espécie dentro da densa vegetação ou entre longas distâncias. No vídeo abaixo, é possível ouvir parte do espectro desse som produzido por um C. casuarius no habitat natural dessa ave (frequências mais baixas acompanhando as emissões sonoras não foram captadas devido a limitações técnicas do microfone utilizado):

           


REFERÊNCIAS

  1. Kofron, C. (1999). Attacks to humans and domestic animals by the southern cassowary (Casuarius casuarius johnsonii) in Queensland, Australia. Journal of Zoology, 249(4), 375-381. https://doi.org/10.1111/j.1469-7998.1999.tb01206.x
  2. https://www.australiazoo.com.au/wildlife/our-animals/cassowary/
  3. https://www.chesterzoo.org/our-zoo/animals/southern-cassowary/
  4. https://academic.oup.com/auk/article/120/4/1062/5561891
  5. https://anatomypubs.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/ar.24477
  6. https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/joa.13733
  7. https://jva.journals.ekb.eg/article_226455.html
  8. Keller M. D. (2009). Behaviour of Southern Cassowary 'Casuarius Casuarius' towards Intruders. The Journal of the Queensland Ornithological Society, Vol. 39, No. 2, 49-53. https://search.informit.org/doi/abs/10.3316/informit.720189639439182
  9. https://aszk.org.au/wp-content/uploads/2020/06/Southern-Cassowary-Casuarius-casuarius-johnsonii-Biggs-J.-2013.pdf