YouTube

Artigos Recentes

Mulher de 60 anos com metástase orbital

         Uma mulher de 60 anos de idade apresentou-se ao departamento hospitalar de emergência com um histórico de 2 meses de visão embaçada no seu olho esquerdo. Três anos mais cedo, a paciente tinha recebido um diagnóstico de carcinoma ductal invasivo na mama direita. Ela foi submetida a uma lumpctomia (remoção cirúrgica de uma pequena parte da mama), dissecação nodo-axilar, e terapia adjuvante via radiação, seguido por terapia com tamoxifeno a uma dose de 20 mg diários. 

- Continua após o anúncio -


          Voltando ao novo atendimento médico, o exame revelou proptose e uma inabilidade de olhar com o olho direito para cima (A). Na havia linfadenopatia axilar, e nenhuma massa tumoral foi notada durante avaliação das mamas. Imagem por ressonância magnética da cabeça revelou uma massa, medindo 19 mm x 15 mm x 17 mm, envolvendo o músculo reto inferior do olho esquerdo (B, seta). Biópsia revelou metástase do câncer previamente tratado. 

          A paciente iniciou um tratamento com fulvestranto e palbociclibe, seguido por terapia com radiação. Seguindo 6 meses de acompanhamento após o início do tratamento, ela teve resolução da proptose (protrusão do globo ocular) e da visão embaçada. Imagem por ressonância magnética mostrou que a massa tumoral não estava mais presente e não houve novos locais da doença metastática.


> Reporte e descrição do caso: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMicm1814570


> IMPORTANTE: Apesar de ser algo pouco conhecido pelo público, dois dos principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama é a obesidade e o consumo alcoólico. Para mais informações, acesse: