YouTube

Artigos Recentes

Qual a função da cauda do pavão?


            Os pavões são um grupo de aves de médio porte constituído de três espécies englobadas por dois gêneros (Pavo e Afropavo) (Fig.2): Pavão Indiano (P. cristatus), Pavão-Verde (P. muticus) e Pavão-Congolês (A. congensis), esses dois últimos ameaçados de conservação (o Pavão-Congolês está em crítico estado de conservação). Preferindo regiões de savana semi-seca, essas aves coletam alimento e fazem ninhos no solo, mas se empoleiram nas copas das árvores. Desmatamento e outros distúrbios associados às atividades humanas são a principal ameaça para os pavões no Congo e no sudeste Asiático (P. muticus). No território Indiano, os pavões são mais protegidos, em especial devido ao fato de terem ganhado o status de Ave Nacional da Índia (Ref.1). Com uma longevidade de 15 a 20 anos, os pavões podem alcançar 25 cm de comprimento e massa corporal (machos) de até 6-7 kg. Possuem uma dieta onívora, se alimentando durante o período diurno de grãos, insetos, pequenos répteis e mamíferos, folhas, sementes, flores e frutos. 
 

          Os pavões são um dos mais famosos exemplos usados para ilustrar o mecanismo evolutivo de Seleção Sexual (no caso, seleção intersexual), primeiro descrito por Charles Darwin no século XIX (!). É historicamente estabelecido que fêmeas preferem machos com a maior cauda de exibição e, em especial, com o maior número e densidade de ocelos (pequenos "olhos") contidos na sua estrutura (Ref.3). Aspectos de simetria nos padrões da cauda também parecem ser importantes (Ref.4). Enquanto uma exuberante e robusta cauda beneficia os machos durante o acasalamento, essa estrutura também seria um fator que aumenta significativamente o risco de predação, por tornar o animal mais visível para potenciais predadores (ou seja, não garantiria uma vantagem de sobrevivência). E isso é o que atrairia as fêmeas: machos com as mais chamativas e robustas caudas passam a mensagem (sinalização) que são fortes e saudáveis, por sobreviverem mesmo com um "alvo gigante nas costas". Existe também evidência de maior imunocompetência em machos com caudas mais exuberantes (sinalização honesta) (Ref.5). 

- Continua após o anúncio -


          Porém, existem resultados conflitantes na literatura acadêmica, com alguns estudos não encontrando maior preferência das fêmeas por caudas menos ou mais exuberantes (Ref.6). Existem também reportadas dramáticas variações fenotípicas entre machos em relação à cauda (Fig.3) - colocando em questionamento a real importância ou funcionalidade da ornamentação caudal -, e machos com caudas mais exuberantes estão associados com uma maior taxa de sobrevivência, maior produção de ovos com as fêmeas e a filhotes com maior chance de sobrevivência (Ref.7) - contrariando um simples resultado de seleção sexual. Já foi proposto que outros mecanismos (seleção natural e competição intra-sexual) podem ser necessários como alternativa ou para complementar a competição intersexual (Ref.6). Por exemplo, existe a possibilidade da cauda servir como uma arma contra predadores ou contra machos (ex.: fator de confusão ou de intimidação). Ou forças de seleção sexual antes fortemente atuantes na evolução inicial de dimorfismo sexual entre machos e fêmeas de pavões deixaram de ser importantes ao longo da história evolutiva dessas aves.


(!) Leitura recomendada: Quais os mecanismos de Evolução Biológica?


REFERÊNCIAS 

  1. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2666937421000032 
  2. https://avianres.biomedcentral.com/articles/10.1186/s40657-018-0110-0
  3. http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252006000200009
  4. https://animals.sandiegozoo.org/animals/peafowl
  5. https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fevo.2021.538498/full 
  6. Jordania, J. (2021). Can there be an Alternative Evolutionary Reason Behind the Peacock’s Impressive Train? Academia Letters, Article 3534. https://doi.org/10.20935/AL3534
  7. https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fevo.2021.786868/full