YouTube

Artigos Recentes

Vinagre ou água sanitária para a limpeza dos vegetais?


- Artigo atualizado no dia 17 de maio de 2020 -

Compartilhe o artigo:



        Para se lavar frutas e verduras, NÃO se usa vinagre, se o objetivo é matar os germes. O vinagre  (qualquer que seja o tipo) é apenas uma solução contendo, principalmente, ácido acético, o qual, além de ser um ácido fraco, está em concentrações mínimas na solução, sendo totalmente ineficaz em matar os seres contaminantes. Esse produto só deve ser usado, como acessório, no tempero de saladas e outros pratos.

----------
ATUALIZAÇÃO (17/05/20): No final deste artigo, estão as instruções de como preparar a água sanitária para eliminar o novo coronavírus de superfícies diversas.
-----------

          Na higienização desses alimentos, deve-se usar a água sanitária (popularmente também conhecida como 'cloro'). Seu princípio ativo, o hipoclorito de sódio (em específico, o íon hipoclorito) é um potente desinfetante e bactericida quando associado ao ácido hipocloroso em solução (HClO). O recomendado pelos órgãos de saúde é deixar as frutas e verduras de molho, por cerca de 15 minutos, em uma solução diluída feita com 1 colher de sopa de água sanitária para cada 1 litro de água. Cuidado para não exagerar no uso da água sanitária, pois ela pode ser bastante tóxica em excesso. E tome cuidado ao manipulá-la, pois, em contato com a pele, existe o risco de fortes irritações ou até mesmo queimaduras graves, e, em contato com ácidos diversos, existe a produção do tóxico gás cloro (Cl2), algo perigoso em ambientes fechados.

- Continua após o anúncio -



          Já a limpeza final, posterior ao uso da água sanitária, deve ser feita com água corrente e uma esfregada com as mãos, para retirar ovos, terra, insetos e lagartas que possam estar presos, principalmente, nas verduras. Apenas deixar esses alimentos de molho não retira todas as coisas grudadas neles. Além disso, a água corrente elimina o excesso de hipoclorito de sódio deixado de resíduo. E lavar com água sanitária não remove possíveis agrotóxicos que possam estar presentes junto às frutas e verduras. Água com sabão pode ajudar a remover o excesso de algumas dessas substâncias, mas para eliminar completamente a presença dos agrotóxicos, só comprando alimentos orgânicos.

Sempre verifique se está discriminado na embalagem ´água sanitária´

IMPORTANTE: Apenas use produtos onde esteja escrito 'água sanitária' para lavar os alimentos. Outros alvejantes podem conter hipoclorito de sódio, mas também trazem outras substâncias muito nocivas à saúde se ingeridas.

ATENÇÃO: A água sanitária pura - composta de uma solução de hipoclorito de sódio (NaClO) - possui pH 11,5-13,5, ou seja, muito básica. Nesse sentido, NÃO adianta usar água sanitária pura, porque o que leva à morte dos microrganismos é o ácido hipocloroso (HClO), este o qual não está presente em uma solução com pH tão alto. Por isso é necessário diluir tanto a água sanitária antes de usá-la como desinfetante. Não é uma questão de economizar o produto. Sem diluí-la, o poder da água sanitária de matar vírus, bactérias e outros microrganismos é praticamente nulo.

OBSERVAÇÃO: É bom usar água sanitária para lavar mesmo as cascas das frutas que não serão ingeridas cruas (como o abacaxi e o mamão) para evitar que germes ativos dessa região sejam passados para o interior comestível no momento de descascá-las ou cortá-las                

AVISO: Um estudo publicado no periódico Journal of Clinical Investigation (Ref.6), encontrou evidências de que um banho usando soluções muito pouco concentradas em água sanitária (menor do que 0,0005% em massa da substância) poderia trazer benefícios à pele, ajudando a tratar úlceras, infecções e no aumento da resposta imune da região epitelial. Porém, as análises do estudo foram realizadas apenas em ratos e, além disso, os resultados são inconclusivos. Portanto, não tentem seguir esse método de limpeza para o corpo, principalmente porque a má manipulação na hora de fazer a solução pode causar sérios danos à pele.

Artigo Complementar: Qual é o real poder do bicarbonato de sódio?


ATUALIZAÇÃO (24/01/16): A água sanitária pode ser também utilizada para o combate ao mosquito vetor da Dengue, Zika e Febre Chikungunya (Aedes aegypti). Para mais informações: Mitos sobre o combate à dengue 

ATUALIZAÇÃO (02/05/2020): A água sanitária também pode ser usada para a limpeza de alimentos como arma de prevenção contra o novo coronavírus. Para mais informações, acesse: Cientistas da USP ensinam medidas simples para livrar os alimentos do novo coronavírus

> Para eliminar o novo coronavírus de superfícies primeiro certifique-se no rótulo se a concentração de cloro ativo é de 2 a 2,5%. Em seguida, pegue 25 mL de água sanitária - cerca de metade do volume de um copinho de café - e coloque em uma garrafa ou outro recipiente com capacidade de 1L (antes adicione um pouco de água no recipiente). Em seguida, complete o volume com água, tampe o recipiente e agite até misturar bem a água sanitária com a água. Deixe o recipiente fora do alcance da luz solar, para não haver decomposição do princípio ativo durante o armazenamento. Identifique o recipiente como 'água sanitária diluída' para evitar acidentes (especialmente porque a solução não terá mais o forte odor característico da água sanitária).

A solução resultante, quando aplicada em superfícies, é fatal contra o novo coronavírus de 15 a 20 segundos. Você pode umedecer um pano e passar sobre superfícies diversas, como embalagens de compras, chaves, maçanetas, mesas, entre outras (não passe no celular!), ou borrifar o produto. Deixe a solução agindo por 15-20 segundos e retire o excesso com um pano seco e limpo no caso do borrifamento. Se você tiver a pele mais sensível, manipule a solução de água sanitária com luvas. É possível usar a solução diluída para lavar as mãos, mas como essa é uma solução oxidante, seu uso constante pode levar ao ressecamento da pele ou a uma dermatite, e por isso o álcool em gel e água + sabão é o ideal para esse fim.

> Para desinfetar pisos, áreas abertas, sanitários, solas de sapato, etc., siga as mesmas orientações acima mas utilizando uma concentração maior de água sanitária na solução diluída. Em vez de adicionar 25 mL para 1L de solução (~0,05%, 500 ppm), use o dobro (50 mL), para a formação de uma solução de ~0,1% ou 1000 ppm.

> A água sanitária diluída (HClO) é muito eficiente para eliminar o SARS-CoV-2 e outros vírus envelopados, porque essas entidades virais possuem uma espécie de membrana lipoproteica externa, que os tornam menos estáveis no ambiente e mais suscetíveis a oxidantes, como o ácido hipocloroso.


REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS
  1. http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/31084-e-preciso-cuidado-redobrado-com-a-lavagem-de-alimentos-crus
  2. http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2015/09/veja-dicas-para-higienizar-alimentos-com-nutricionista-karin-honorato.html
  3. http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/52559-a-meta-e-saude-lanches-e-como-limpar-os-alimentos-corretamente
  4. http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2015/julho/20/Folder-Cuidado-com-os-alimentos--para-consumo-humano-em-caso-de-enchentes.pdf 
  5. http://nfsmi.org/documentlibraryfiles/PDF/20160321045525.pdf 
  6. https://www.jci.org/articles/view/70895
  7. http://cfq.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Review_a%CC%81gua_sanita%CC%81ria-versa%CC%83o-23_03_-2020-versa%CC%83o_3.pdf