YouTube

Artigos Recentes

É preciso ingerir 2 litros de água pura por dia?



             Apesar de ser um senso comum de que beber muita água pura durante o dia é o melhor caminho para uma boa saúde, isso não é bem verdade. Sempre nos é dito que beber um adicional de 2 litros, ou o famoso ´8 copos´,  de água por dia ajuda a desintoxicar o corpo, melhora o ânimo, otimiza o metabolismo geral e até ajuda a emagrecer. Nada disso, porém, possui comprovação científica. Na verdade, as pessoas que disseminam isso o fazem porque acabam mal interpretando as recomendações médicas oficiais.

            As agências de saúde internacionais, como a NHS, recomendam que o consumo diário de água seja de 1,6 litros em média para as mulheres e de 2 litros em média para os homens. Só que esse consumo é o total de água ingerida através não só de água pura, mas de qualquer outra fonte de água na dieta, como sucos, vegetais, carne, chás, legumes, etc. Além disso, o próprio metabolismo celular produz água como subproduto, como na queima de carboidratos e gorduras. Você não precisa ingerir água pura para ficar bem hidratado. Caso esteja fazendo um regime que esteja restringindo mais o consumo alimentar, ou praticando uma alimentação com poucas frutas e outros vegetais, umas boas doses a mais de água pura podem ser muito benéficas. Caso contrário, beba água pura apenas quando estiver com sede.

           Muitos acreditam que a água vinda de um suco natural, por exemplo, não é a mesma coisa que tomar água pura. Bem, e não é mesmo, é mais saudável, oras! Junto com a água, você estará consumindo diversas vitaminas e minerais da fruta. Um exemplo perfeito são os bebês, os quais conseguem toda a sua água de hidratação através do leite materno. Consumir excessos de água não não irá trazer nenhum benefício extra. E se o consumo excessivo ocorrer pouco tempo antes de dormir (1), isso poderá trazer malefícios ao sono, por induzir a pessoa a querer urinar no meio dele. Além disso, beber água demais pode fazer a pessoa suar demais, caso ela seja predisposta, e eliminar excessos desnecessários de minerais pela urina, o que pode causar prejuízos à saúde se houver deficiência nutricionais na dieta do indivíduo.

            É preciso ficar atento, porém, que nem todos os líquidos alimentares são hidratantes. Bebidas alcoólicas devem ficar fora dessa lista porque desidratam o corpo a partir do efeito do etanol. Já as bebidas cafeinadas, como os chás e café, apesar da crença popular contrária, não causam desidratação ao corpo, sendo que a cafeína, em quantidades normais, não induz perdas de água pelo corpo por supostos efeitos diuréticos. E para saber se o seu corpo está desidratado e precisa de uma água extra, observe a cor da sua urina e a sensação de sede. Se a urina estiver bem clara e você estiver sem nenhum indício de sede, significa que o seu consumo hídrico está adequado.

(1) Existe também outro mito bastante disseminado de que se você sempre bebe 1 copo de água antes de dormir, os riscos de um ataque cardíaco e isquemias diminuem consideravelmente. Isso não possui respaldo científico algum, e se você procurar as recomendações da OMS, CDC, American Heart Association, SBC, entre diversas outras organizações de saúde, verá que a prevenção de problemas cardíacos incluem controle saudável do peso, manutenção de atividades físicas frequentes, dieta balanceada/nutritiva, manejamento do estresse, diminuição do consumo alcoólico e abstenção do fumo. Nada se fala sobre beber água antes de dormir. Na verdade, se você beber água imediatamente antes de dormir, especialmente se já tiver consumido muitos líquidos momentos atrás, isso aumentará as chances de você acordar no meio do sono para ir ao banheiro urinar. Atrapalhar o ciclo normal de sono constantemente pode gerar bastante estresse e, ironicamente, aumentar os seus riscos de desenvolver um problema cardíaco. 

Artigo Complementar: Até água em excesso é fatal!

Artigo Relacionado: As dietas detox servem para algo?

REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS
  1. http://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/nutrition-and-healthy-eating/in-depth/water/art-20044256?pg=2
  2. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2908954/
  3. http://www.bmj.com/content/335/7633/1288 
  4. https://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/002471.htm
  5. https://www.betterhealth.vic.gov.au/health/healthyliving/water-a-vital-nutrient 
  6. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2151163/
  7. https://www.washington.edu/wholeu/2014/09/17/water/
  8. https://medlineplus.gov/ency/article/002471.htm
                                                                           Anúncio