YouTube

Artigos Recentes

Ateísmo é a única razão?

 

             Hoje em dia, está na moda ser ateu. Bem, é a escolha de cada um escolher no que acreditar ou não acreditar. O grande problema é a intolerância tanto dos religiosos com os ateus, quanto dos ateus com os religiosos. Existe fanatismo em ambos os lados, o qual apenas demonstra ignorância, independente da bandeira levantada.

               Ateísmo, querendo ou não, é uma religião ( podem reclamar, mas é a verdade...). O que as pessoas não entendem é que não importa se sua religião é baseada em um Deus, Sol, Aliens, Lua, Nada, a maioria dos ´religiosos´ apenas seguem uma crença para enturmar socialmente, assim como as pessoas que torcem para times de futebol. É uma forma de catalisador social. Mas, se você leva tudo ao pé da letra e fecha os olhos para tudo que está fora do seu círculo religioso, chega-se ao perigoso território do fanatismo. Nesse ponto, você não consegue aceitar mais nada que está fora do alcance da sua crença. Isso serve tanto para cristãos, muçulmanos, ateístas ou diversas outras manifestações culturais humanas.

                   Muitos ateus gostam de chamar os religiosos de estúpidos e cegos, mas não conseguem ver que agem da mesma forma que os religiosos fanáticos. É essa atitude que gera violência e preconceito. Vários ateus dizem que as pessoas que creem em uma religião baseada em um Deus, apenas atrasam a ciência e o desenvolvimento da civilização humana. O que uma coisa tem a ver com a outra? Só porque uma pessoa gosta de celebrar uma crença, significa que ela despreza tudo contrário a essa crença? Isso é papel do fanático. Outro ponto levantado pelos ´descrentes´ é a suposta violência gerada pela religião islâmica, a qual fomenta a formação de terrorista por causa do Alcorão e dos ensinamentos monstruosos propagados pelo Islã. Será mesmo que o Oriente Médio é um barril de pólvora por causa do Islamismo? Será que 25% da população mundial tende a ser terrorista por que faz parte da sociedade islâmica? Recomendo esse artigo para clarear melhor essa questão: A violência no Oriente Médio é realmente devida ao Islã?

                      A grande maioria no Brasil são católicos ou evangélicos, mas você não vê as pessoas abandonando as faculdades ou queimando os livros porque as coisas na bíblia não batem com a ciência. A maioria apenas acredita que existe uma vida após a morte e um criador, e isso não interfere com o dia-a-dia do indivíduo. Isso só é importante na hora de grande sofrimento ou situações de risco à vida. O religioso reserva um horário do dia para rezar e, depois disso, segue com a vida. Quem critica a ciência ou não segue os conselhos científicos é porque não recebeu estudo suficiente para conhecê-la, uma realidade bastante presente no Brasil. E falta de educação não vê cor de pele, religião ou condição financeira. Eu, por exemplo, acredito em um criador do Universo não personificado, mas sou uma das pessoas que mais divulga o conhecimento científico. Porque a ciência existe, independente de quem a criou ou deixou de criar. Ficou claro agora? Eu sei assumir que quando as indagações encontram uma barreira no ponto de criação do Universo, onde a ciência não explica, e talvez nunca vai explicar, eu passo a crer que algo mais fantástico existe por trás de tudo. Posso não concordar com as outras crenças, mas não vou condená-las. É preciso respeitar a cultura alheia e agradecer por um mundo onde existem tantas diferenças que colorem belamente nossa civilização.

                      E deixa eu contar um segredo para os ateus fanáticos...mas não espalhem por aí, está bem? Israel, um país judeu que possui a religião como base central do cotidiano, é um dos países mais desenvolvidos do mundo. Possui o 18° maior IDH ( Índice de Desenvolvimento Humano) e uma das mais fortes economias do mundo. E quanto à ciência? Israel investe cerca de 40% da sua verba em ciência avançada, espalhadas pela área médica, tecnológica, ciências teóricas, astronomia, bioquímica, microbiologia e energias renováveis. As tecnologias de aproveitamento solar e dasanilização de água salgada para o consumo humano estão entre as mais avançadas do mundo, e o país exporta conhecimentos da área para diversas outras nações. Eles possuem 10 ganhadores do prêmio Nobel, um Prêmio Turing e um Medalha Fields. E mais: o país é o terceiro do mundo que mais publica artigos científicos e também o terceiro que mais faz requerimentos de patentes tecnológicas. Além de tudo isso, 46% da sua população adulta possui diploma universitário ( 2° maior índice do mundo!), com um quantidade imensa de engenheiros.

                         É desgastante ver um menosprezando o outro porque suas opiniões culturais sobre a vida são diferentes. Um mais cego do que o outro. São intolerâncias como essa que ainda alimentam a desvalorização da mulher, o preconceito contra os negros, a suposição que todos do Islã são terroristas, entre diversos outras ignorâncias. Na guerra das crenças, só existe um inimigo a ser combatido: o fanatismo.

Artigo relacionado:  Ética, religião, ciência ou hipocrisia?